O objetivo desse post é compartilhar minha experiência com casas de research e como eu as utilizo atualmente.

Logo no início, gostaria de deixar claro que só posso comentar sobre as casas que já assinei: Empiricus, Nord e Eleven. Se eu não usei alguma não quer dizer que seja ruim, apenas quer dizer que eu não conheço.

Primeiramente, o que é uma casa de research?

top view photo of people near wooden table

Resumidamente, são casas que vão estudar empresas e recomendar investimentos, podendo ser recomendações de ações, renda fixa, fundos de investimento, fundos imobiliários, moedas, criptomoedas e tudo mais que você possa imaginar.

Qual a vantagem delas em relação a relatórios dos bancôes? Independência. Por quê? Imagine que o analista da corretora do Itaú ache que a ação vai desabar e que o management do banco só esteja fazendo cagada. Você acha que ele vai escrever isso num relatório da corretora do Itaú?

Sinceramente, para quem está começando a investir eu considero primordial iniciar com uma casa de análise, caso contrário, você vai abrir seu homebroker e se deparar com isso:

Para quem está iniciando, é impossível saber o que comprar e mais complicado ainda, se está fazendo um bom negócio.

As casas de análise ajudam o investidor pessoa-física a saber por onde começar.

Como eu comecei?

Lá em 2013/ 2014, acredito que a única que existia era a Empiricus. Comecei pela assinatura mais barata deles, que é hoje o Palavra do Estrategista. A assinatura custava na época menos de R$ 10,00 por mês e como eu era iniciante e não fazia ideia de onde começar, achei o valor mais que justo.

Os relatórios são assinados pelo Felipe Miranda, de quem pessoalmente gosto muito.

Principal vantagem que vejo no relatório é que o Felipe expõe todo o seu racional e desta forma eu posso aprender. Leio todos os relatórios com calma, refletindo sobre a tese que está lá. Logo no começo era difícil, eu não entendia muita coisa, mas lendo todos os relatórios, que são quinzenais, e pesquisando termos no Google, dá pra ir familiarizando com o tema.

Gostei tanto do Palavra do Estrategista, o qual eu assino até hoje e continuo gostando, que decidi assinar outros relatórios da casa. Assinei mais um de ações, dividendos, small caps… Aqui cometi o meu primeiro erro:

Meu dinheiro não é infinito. Eu simplesmente não tinha como seguir todas as recomendações.

Embora eu NUNCA tenha comprado uma ação sugerida por qualquer casa sem pesquisar sobre a empresa antes, às vezes papéis eram sugeridos, eu pesquisava sobre a empresa, gostava, queria comprar e simplesmente não tinha dinheiro para isso, tamanho o leque de recomendações.

Culpa deles? Não. Culpa minha que quis abraçar o mundo.

Com o passar do tempo e muitos estudos, eu comecei a entender melhor as empresas e conseguia avaliar um pouco melhor as mesmas. Às vezes eu queria tirar dúvidas ou até contestar alguma tese e enviava minha dúvida por e-mail. Quando este era respondido, fazia lembrar o SAC de telefonia, respostas simples, curtas e que não respondiam meus questionamentos.

Por fim, fui cancelando as outras assinaturas e como mencionei, continuo com o Palavra do Estrategista.

Seguindo os analistas

Enquanto eu era assinante da Empiricus, um analista que eu gostava muito, o Ricardo Shdsaosisdhbfmkarihter, saiu junto com a Marília e Bruce da Empiricus e fundaram a Nord Research.

Com um marketing muito menos chato, mantiveram e até melhoraram a qualidade dos relatórios. O Ricardo é excelente em casos complexos e em microcaps. Gosto dos relatórios, gosto das lives e o time deles é excelente.

Acho excelente para qualquer pessoa que queira começar.

Eleven: subindo de patamar

Conheci a Eleven pelo Youtube. Toda terça-feira tinha o TV Eleven, onde o estrategista chefe da casa, Dato, dava uma visão macro e respondia perguntas de quem estava assistindo ao vivo.

Dato tinha uma forma de transmitir mensagens que me chamava atenção, porém, se você me perguntasse porque eu gostava dele, eu não saberia dizer.

Até que veio o Joesley Day!

Alguns minutos depois, me deparo no Twitter (o Peter nem existia ainda), com uma mensagem do Dato, transmitindo toda a serenidade num momento de pânico total. Ali eu descobri do que gostava no Dato: serenidade.

Embora eu assistisse toda terça-feira TV Eleven, eu não era assinante. Me tornei logo após o vídeo do Dato.

Logo quando assinei, me espantei com a quantidade de empresas que eles analisavam. Minha assinatura (que até aquele momento era a mais básica), me dava acesso a todas as empresas analisadas, não só a que eles recomendavam. Isso era diferente do que eu já havia experimentado.

Havia relatórios individuais para cada empresa analisada, mostrando o racional da companhia, assim como uma análise de cada resultado divulgado, sempre seguido da recomendação de compra/ neutro/ venda.

No relatório que eu assinava, eu não recebia um alerta de qual empresa comprar/ vender, mas análises, preço teto de entrada, preço alvo, risco e qualidade da empresa, assim como o upside esperado.

Com essas informações, eu poderia ir aos relatórios da empresa, analisar individualmente cada uma e optar pela entrada no papel ou não. Cada vez mais a decisão era minha.

Quando eu estudo uma empresa e para aquelas que eu faço Valuation, eu tenho material necessário para validar a minha análise e, caso tenha alguma discrepância muito grande, até trocar uma ideia com a Eleven.

Veja a imagem abaixo com uma dúvida que mandei para a empresa e a resposta que eu recebi. Era tão óbvio a compra em JSL que eu quis perguntar para a Eleven se era aquilo mesmo. Vieram 3 gráficos e explicações na resposta. Segue um apenas para ilustração da atenção que recebi.

Isso me conquistou. Eu finalmente tinha uma casa de análise que colaborava com a minha formação de investidor.

Para quem quer algo mais compre isso e venda aquilo, eles possuem carteiras sugeridas também.

Fora isso eles têm o Domingo com Rafi, que embora análise técnica não seja meu foco, me ajuda muito a identificar os melhores momentos para lançar opções.

É a minha favorita e a que sempre recomendo.

Conclusão

As casas de research na minha opinião ajudam e muito o investidor a dar o pontapé inicial. Vai de cada um decidir se quer continuar para sempre dependendo 100% delas para comprar/ vender ações ou se com o passar do tempo passará a utilizar a casa como suporte para suas próprias análises.

Assine um relatório que caberá no seu bolso. Comece aos poucos. Não adianta você ter R$ 10.000 para investir e começar logo com um relatório de R$ 1.000 anuais. Se você sabe muito pouco, comece dos mais básicos. Não tente abraçar o mundo como eu tentei.

E você? Assina algum Research? Alguma que eu não citei? Conte nos comentários abaixo!

36 Comentários

  1. Excelente artigo

    Ja usei Nord, Empiricus, gosto de alguns materiais, concordo que devem ser suporte e a decisão é sempre nossa, replicar carteiras inteiras eu não gosto, mas papeis especificos gosto de ler o racional tambem

  2. Muito bom! Também sou assinante do Palavra do Estrategista – que também foi meu primeiro contato, estou gostando bastante. Gosto muito do Ricardo da NORD tbm, não sabia que ele era da Empiricus! Legal saber. Pretendo assinar a NORD assim que tiver mais condições. Também acho que deve ser um auxílio, esse lance de replicar carteira cegamente não rola. 👏🏼👏🏼

  3. Ia perguntar da Suno mesmo. Eu ganhei um sorteio deles é to com carteira premium mas sinto falta de indicação de small caps pra alocar 15% da carteira

  4. Comecei na Empiricus, fui pra nord depois eleven. Nord e eleven pra quem tá começando acho melhor! Tenho palavra do estrategista e melhores ações da bolsa, além do fusion da eleven. Gosto de todos! Mas devo sair do fusion (preço tá salgado pra mim) e ficar só no básico de renda variável deles (que de básico não tem nada).

  5. Parabéns pelo artigo Peter!!
    Invisto na bolsa desde 2008. Minha primeira conta em corretora foi na pequena XP, quando ela prospectava clientes de cidade em cidade.
    Assino empiricus desde o “Fim do Brasil”, 2014. Hoje sou assinante vitalício das séries essenciais e do Serious Trader, do Sérgio Oba. Consumo o material gratuito da Nord e tb gosto muito do Ricardo.
    O legal é que a gente faz esse caminho mesmo, após vários anos lendo e tentando entender os racionais. Depois de anos vc já consegue fazer análises das recomendações, discordar.
    Ah, em tempo, gosto muito também do Felipe. Concordo, discordo, mas gosto de saber o que ele está pensando.
    Agora estou fazendo um curso básico da Quantzed e tomando coragem para fazer o “Operando com Institucional”.
    Que acha?
    Parabéns mais uma vez pelo artigo!!
    Abraço

    1. Legal demais, Hamilton! Gostar e admirar o Felipe, Dato, Bruce, Ricardo e cia ltda não faz com que eu concorde com eles sempre, mas eu sempre quero escutá-los.

      Eu ainda não fiz o da Quantzed, entretanto, nunca ouvi alguém falando mal.

    1. Gosto muito dos dois, embora não assine mais o MAB da Empiricus. Nada contra o Max, mas é o que eu falei no relatório: optei por menos assinaturas e a Eleven cobre melhor meus gaps de conhecimento.

  6. Assinei a Suno por dois anos.2018-2019. No final, o custo-benefício não me agradou mais. Tenho boa impressão da Eleven, mas ainda não decidi

  7. Eu assino o Dica de Hoje do Daniel Nigri, é uma casa não tão conhecida. Gosto demais, principalmente por não ter marketing nos relatórios e recomendações, é direto ao ponto.

  8. Peter, você nunca assinou algum relatório além das ações? Eu gosto muito do Carteira Empiricus e do Money Rider, mas gostaria de ver um relatório macro de outras casas também. Acredito muito que o asset allocation é mais importante do que o stock picking, então pretendo assinar a Convex do Richard Rytenband. Como tenho cerca de 25% do portfólio em ações tbm acabo ficando bastante tempo no stock picking, mas já não é o foco principal!

  9. Muito bom Peter, passei por algo semelhante. Ja assinei Empiricus (varios relarios), Levante, Nord, Suno e atualmente estou somente com o Anti-trader do Bruce (Nord). Pra mim, o mais completo e tem a dinâmica que eu gosto. Value investing, com movimentações, aproveitando momentos de muito alta e baixa para vender e comprar.

  10. Assino a Nord, Suno e Eleven, todos com o maior pacote. Dedico 100% do meu tempo a minha carteira e meus investimentos. Posso dizer que a Eleven é a mais completa e a que transfere uma atmosfera mais profissional.

    Eu comecei pela Suno mas hoje estou achando ela muito básica na linguagem e na profundidade das analises, pelo menos no tipo de informação que eles passam nos relatorios. entre as três eu diria que ela é mais voltada para quem esta iniciando, mas a equipe é de respeito!

    A Nord se destaca pela proximidade com a equipe que alguns produtos oferecem. A possibilidade de mandar um Telegram direto para o Bruce e equipe é uma ajuda sem preço para quem nao tem acesso a analistas e especialistas. Alem disso eles possuem dois produtos interessantes, uma mais dinâmico que é o anti trader e outro que é focado em teses Deep value.

  11. Gostaria de convida-los a conhecer a http://www.omninvest.com.br
    Contamos com mais de 50 analistas e experts com media de 20 anos de experiência nos mercados locais e internacionais. Alem disso, a plataforma tem notícias e uma ferramenta única no mercado: um stock guide com preços praticamente ao vivo. Alem disso publico o Wake Up Call, o primeiro daily disponível no mercado brasileiro, publicado as 6:30. O conteúdo é gratuito por tempo limitado, só se cadastrar no site.

  12. Gostei muito do artigo Peter. Tenho aprendido muito com os vídeos do YouTube mas sinto que não há uma continuidade e acabo perdendo tempo com alguns vídeos cujo conteúdo não justificam o tempo dispendido em assisti-los. Depois do seu artigo estou considerando assinar algum relatório para estruturar meu conhecimento. Você conhece o TradesClub? Já experimentou a plataforma?

  13. Eu assino a Suno, porém assisti este fim de semana o vídeo do Rafi falando do produto RRG e amei, você assinou, sabe falar mais a respeito do produto

    1. Oi, Christiano, tudo bem? Eu já vi alguns vídeos sobre o RRG. A Eleven, através do Rafi, realmente foi pioneira em trazer o produto para o Brasil. Eu ainda não assinei, mas aconselho que você procure o atendimento da Eleven, são super atenciosos e com certeza poderão te dar uma opinião melhor.

  14. Ótimo artigo, meus parabéns Peter. Sobre fundos, você investe ou já investiu em algum? Eu usava o site da Vérios para comparar fundos de investimento, mas deste 28/12/2020 eles não atualizam as informações mais, uma pena pois era uma ferramenta muito prática. Se conhecer e puder compartilhar outro site que compartilhe a mesma informação, seria muito legal, abs

  15. Assino a VG Research desde janeiro. Tenho gostado. Acho ele s bem conservadores. Minha impressão com a Empiricus qnd assinei e consumi o básico, é que eles fazem muito barulho no cases de sucesso e os demais vão pra debaixo do tapete. Já vi uns relatório da Eleven, eu acho o valuation aplicado por eles muito esticado. Por isso, gostei da VG Research. Eles são bem conservadores e foco na renda passiva

Deixe uma resposta