Se você já opera com opções, talvez já tenha ouvido falar da venda coberta de calls e puts. Operação amada por uns, odiada por outros. Neste caso, utilizada por mim como forma de rentabilização da minha carteira.

O que é?

O pré-requisito para entender o que é a venda coberta é ter bem claro o conceito das responsabilidades dos lançadores (investidores que vendem) de opções.

  • Lançador de call: caso a ação chegue no exercício ITM (valor da ação maior que o strike da opção) o lançador é obrigado a vender a ação pelo preço de strike. Portanto, o pré-requisito para fazer venda coberta de call é (ou deveria ser) o lançador ter a mesma quantidade de ações em custódia.
  • Lançador de put: caso a ação chegue no exercício ITM (valor da ação menor que o strike da opção) o lançador é obrigado a comprar a ação pelo preço de strike. Portanto, o pré-requisito para fazer venda coberta de put é (ou deveria ser) o lançador possuir quantia financeira necessária para comprar as ações.

No momento que o investidor vende a opção ele recebe o valor do prêmio. Esse será o seu lucro máximo na operação.

Venda de call

Vamos supor que eu tenha 1000 ações de BBAS3. No momento que o post é escrito, BBAS3 é negociada por R$ 35,46, portanto eu tenho um patrimônio de R$ 35.460,00 em ações de Banco do Brasil.

Como eu tenho 1.000 ações, eu tenho o direito de vender 1.000 opções de BBAS3. Vendendo as opções, eu receberia o valor do prêmio no momento da operação. Como mencionado anteriormente, se no vencimento, a ação estiver abaixo do preço do strike, o prêmio é meu e mantenho o direito de vender as opções novamente nas séries seguintes.

Essas são algumas das opções disponíveis para vencimento em agosto de 2020. Perceba que eu posso escolher por qual strike quero lançar.

Fonte: Profit Pro

Vamos supor que você resolva vender a call BBASH390, que está 10% OTM, ou seja, BBAS3 tem que subir 10% até o vencimento para eu ser exercido.

Você recebe R$ 440,00 pela venda e se compromete a vender BBAS3 por R$ 39,03 dia 17/08/2020.

A sua corretora vai colocar as suas ações de BBAS3 em garantia, ou seja, você não vai conseguir negociá-las enquanto estiver vendido em BBASH390.

Venda de put

Vimos na venda de call que é preciso ter o ativo subjacente para poder fazer a operação. E no caso de você possuir o valor financeiro, não o ativo? Seria necessário comprar o ativo para lançar call?

Não necessariamente.

Você pode partir para a venda de put coberta. Vamos supor que você tenha R$ 33.100,00 em caixa. Você quer comprar ações de BBAS3. Na cotação atual do ativo (R$ 35,46) você conseguiria comprar 900 ações do Banco do Brasil e sobraria um troco.

Porém, de acordo com os seus estudos, você se sente confortável pagar até R$ 33,00 na ação. O que você pode fazer? Vender uma put. Temos as seguintes disponíveis para a série T (vencimento em agosto 2020).

Fonte: Profit Pro

Considere a coluna último como o valor das puts, porém não leve tão ao pé da letra, pois no momento que escrevo o post o mercado está fechado e o último preço pode não condizer com a abertura do mercado.

Como pelo estudo feito anteriormente você topa comprar BBAS3 até R$ 33,00, podemos considerar a put BBAST330.

Considerando o seu caixa, você poderia vender 1000 puts BBAST330 e embolsar por isso R$ 0,77 por opção, no total, R$ 770,00. Você teria obrigação de comprar 1000 ações de BBAS3 por R$ 33,03, totalizando uma obrigação total de R$ 33.030,00.

No caso da venda das puts, algumas corretoras não bloqueiam 100% do valor do dinheiro para ter em garantia. Consulte sua corretora antes. É muito importante você ter o controle da chamada de margem, mas isso não é assunto para este post.

Vendendo mais caro e comprando mais barato

Vamos supor que a call vendida deu exercício, ou seja, estava acima de R$ 39,03 no vencimento do exercício. Considerando que a ação estava R$ 39,10, você foi obrigado a vendê-la por R$ 39,03, recebendo R$ 39.030,00 em sua conta.

Você pode estar pensando: perdi R$ 0,07 por opção, ou seja, R$ 70,00 no total, certo?

Errado!

Lembra que você já havia recebido R$ 440,00 por vender as opções? Ou seja, seu financeiro total neste caso foi R$ 39.030,00 + R$ 440,00 = R$ 39.470,00, quando se você não tivesse vendido as calls e vendesse as opções por R$ 39,10, receberia R$ 39.100,00. Mesmo sendo exercido você ainda estaria num lucro de R$ 370,00, ou seja, 0,94% considerando o valor do strike ou 1,04% considerando o momento que você montou a operação.

Você escolhe como fará o cálculo da rentabilidade. Eu faço considerando o capital que coloquei em risco, ou seja, valor dos strike x quantidade de opções vendidas. No exemplo anterior, eu consideraria minha rentabilidade sendo 0,94%.

O mesmo ocorre no lado das puts. Supondo que a ação chegou no vencimento abaixo do seu strike, por exemplo, R$ 32,90, você será obrigado a comprar a ação por R$ 33,03, desembolsando R$ 33.030,00, quando se comprasse a mercado, o valor total seria de R$ 32.900,00. Porém, como você recebeu R$ 720,00 para montar a operação, no fim das contas você desembolsou R$ 32.310,00 para comprar as ações, ganhando ainda R$ 590,00, ou 2,17% sobre o capital em risco (considerando o método Peter de calcular a rentabilidade).

Percebeu que a venda coberta de call e put pode ser uma forma de vender a ação que você tem acima do preço de mercado ou comprar aquela ação que você sempre quer abaixo do preço de mercado?

Esses seriam os limites dos exemplos anteriores, sendo o breakeven quando o resultado da operação seria R$ 0,00.

Nem tudo são flores

Não existe almoço grátis.

Vamos supor que você fez a venda de call BBASH390. Musiquinha de plantão na telinha da TV, fintweet bombando…

BANCO DO BRASIL FOI PRIVATIZADO.

Ações de BBAS3 negociadas a R$ 50,00. Você já fazendo as contas de quanto ganhou na operação quando…

Lembra que vai ter que vender suas BBAS3 a R$ 39,03. E os R$ 0,42 que você recebeu para vender as calls não farão nem cócegas perto dos R$ 10,97 que você será obrigado a vender mais barato.

Ou então, você pensa que com aquele caixa que você tinha, poderia ter comprado BBAS3 por R$ 35,46 e estar surfando toda essa alta, mas preferiu comprar as puts, recebendo apenas R$ 0,72 para isso e agora já deixa de ganhar quase R$ 15 por ação.

Ou então, você vendeu BBAST330. Musiquinha de plantão na telinha da TV, fintweet bombando…

PAULO GUEDES PEDIU DEMISSÃO.

Ações de BBAS3 negociadas a R$ 20,00. Circuit breaker, Pablo Spyer descabelado nos dando as notícias, até engasgou na hora de falar “força, touro”. Você comemorando que não tem estatal na carteira quando…

Se lembra que tá vendido em BBAST330 e será obrigado a comprar BBAS3 por R$ 33,03 sendo que ela é negociada a R$ 20,00. Os R$ 0,72 que você recebeu para vender as puts não farão nem cócegas perto dos R$ 13,03 que você será obrigado a pagar mais caro.

Ou então, você tinha as BBAS3, poderia ter vendido por R$ 35,46, mas preferiu vender calls por R$ 0,44 e agora amarga quase R$ 15 de prejuízo por ação.

Fui aos extremos aqui porque acho importante você saber que o extremo pode acontecer e ele acontece. Fevereiro e Março de 2020 não foi assim? Bolsas derretendo por causa do vírus, aí os russos e sauditas resolvem brigar, aí nossos políticos resolvem brigar…

Afinal, venda coberta vale a pena?

Há vários argumentos sobre os prós e contras da venda coberta de calls e puts.

Prós:

  • Possibilidade de rentabilizar uma carteira de ações.
  • Theta – a passagem do tempo – joga a seu favor (link para o post sobre as gregas).
  • Não é necessário acertar a direção do mercado.
  • Baixo risco das operações.

Contras:

  • Você perde as grandes porradas do mercado (para cima e para baixo)
  • Ganho limitado
  • Você fica preso na operação até o vencimento ou até se desfazer dela.

Opinião do Peter

É uma operação que eu sempre fico de olho para quando o mercado permitir, montar para as ações que tenho em carteira, ou para aquela ação que eu quero comprar, afim de rentabilizar caixa.

Porém, não faço por fazer. Envolvo análise técnica (bem simples, que grafistas sentiriam medo em saber que tomo decisões baseada “apenas” naqueles fatores) para saber melhor quais strikes lançar. É garantia que eu não serei exercido? Não, mas aumenta as probabilidades de não ser exercido.

Outra coisa que não faço é enxergar a venda coberta como renda extra mensal. Encaro como renda extra. Apenas extra. Por quê? Porque se eu encarar como renda mensal, isso significa que eu tenho que vender as opções e em algumas situações o mercado simplesmente não permite. Então eu lanço apenas quando o mercado permite.

Eu entendo as pessoas que dizem que quando você vende uma call era melhor você vender a ação a mercado ou comprar put seca. Porém, acredito que isso vá do objetivo da carteira de cada um. Antes de conhecer a venda coberta, eu tinha a minha carteira de ações com o mesmo objetivo que eu tenho hoje: garantir a minha aposentadoria. Eu não ficava pensando o tempo todo se era hora ou não de vender as ações que tinha e isso não quer dizer que eu comprava e esquecia, mas eu não sou e nunca fui trader (não tenho nada contra quem é). Mas foram várias as vezes que minhas ações subiram e caíram e eu não fiz nada. Eu não tento fazer market timing (já tentei acertar a mosca e sempre que tentei fazer isso o mercado que me acertou). Portanto, o argumento que era melhor vender as ações não cola pra mim.

Outro contra-ponto é: se você vender as ações, significa que mesmo assim elas podem disparar e você ficar fora da festa, certo? Pois é, neste caso, mesmo eu sendo exercido, coloquei ainda uma parte do upside no bolso (caso eu tenha lançado OTM) mais o prêmio.

Então, qual o problema em vender uma call aproximadamente 10% OTM, que me dê ao menos 1% de lucro sobre o capital em risco, quando eu percebo que os gráficos me dão sinal que o papel terá dificuldade para chegar naquele strike, para botar uma grana no bolso.?

Eu não estou aqui tentando convencer ninguém a fazer venda coberta de calls e puts. Estou tentando apenas mostrar o que é, as vantagens e desvantagens. Eu faço e até o momento nunca aconteceu algo que me faça pensar em desistir de fazer.

Porém, há gente que desaprove a estratégia. O Fundo Versa, do qual sou cotista e admiro muito, publicou um vídeo em seu Youtube falando sobre venda coberta, no caso, falando mal da venda coberta. Recomendo assistir.

Eu faço alguns contra pontos ao vídeo neste tweet:

Lembrando que a venda coberta é um dos pilares do método Double Put Double Call do Clube do Pai Rico. Essa mesma estratégia é também mencionada e amplamente discutida no livro Fique Rico Operando Opções.

E você? Conhecia a venda coberta? Já fez alguma vez? Me conte a sua experiência nos comentários abaixo.

33 Comentários

  1. Ótimo post.
    Também descordo do que disse o Luís do Versa. Foi uma abordagem muito simplista sobre a estratégia.
    Abraços!

  2. Boa tarde Peter. Legal sua estratégia. Eu faço isso também até o momento consigo um excelente percentual acima. No meu caso, olho pouco os gráficos a procura de suporte e resistência. Eu calculo a distribuição normal no Excel, usando um período que represente bem a volatilidade e quando quero apenas embolsar o prêmio vendo CALL coberta em torne de um desvio padrão para cima e PUT um desvio padrão para baixo. Quando quero comprar o papel ou vender a ação sou mais agressivo, por exemplo vendendo a PUT com valor de strike bem próximo do valor da ação. Como não sou amador nisso sempre fiquei com um pé atrás, pensando: onde estou errando, pois a mim me parece uma ótima opção de rentabilizar a carteira, mas não ouço ninguém comentando sobre isso. Que bom que você, creio ser profissional, também faz. Me deixa mais confortável. Boa sorte nos negócios aí.
    Antonio Ribeiro

    1. Boa tarde, Antônio! Obrigado pelo feedback!
      Antes de tudo, não sou profissional, apenas esforçado. Utilizo a mesma tática que você usa quando quero assumir um papel. Lanço a put ATM e deixo correr!

  3. Mesmo antes de assistir o vídeo do Versa eu já pensava da mesma forma que ele. Não me parece uma boa idéia estar exposto ao risco de uma grande perda e não estar exposto ao risco de um grande ganho. Você fala que acima do strike+prêmio você apenas deixa de ganhar, mas tecnicamente esse valor acima é seu custo de oportunidade, você correu o risco e no final deixou de ganhar, é sim um custo que você “pagou”.
    Mas essa é só uma opinião de iniciante.
    abraço

  4. Muito boa a estratégia, inclusive costumo olhar o book e ver algum ativo com prêmio distorcido pra fazer a V/C.
    Esse mês deu pra fazer com ciel3 os prêmios ITM tavam girando na casa dos 10%.
    Mas confesso que faço isso com uma pequena parte da carteira, alguns papéis eu aplico e outros não, mas sempre faço um percentual como forma de “trade certo”… Às vezes dou sorte e consigo vender 2x (BRML rolou 2x e tô indo pra terceira).

    Abraço

  5. É uma ótima estratégia. Não sei porque é tão pouco divulgada. Só acho que muitas corretoras parecem não querer divulgar muito como de fato ela funciona. Difícil descobrir os custos da operação, listar as opções, até mesmo tirar as dúvidas com o consultor é complicado porque ele mesmo não conhece essa estratégia (no meu caso opero pela XP). Acho que para 99% dos investidores opções é sinônimo de alta alavancagem e não é bem assim.

    1. Concordo totalmente. Porém, esse é o que é vendido das opções: ganhos extraordinários, que raramente vem. Quem estuda opções descobre um mundo completamente do que é divulgado na internet.

  6. Eu não gosto não. Quando você fala que “Você perde as grandes porradas do mercado (para cima e para baixo)” eu penso que na verdade você fica exposto as grandes porradas para baixo.

  7. Fala Pedro, eu andei vendo vídeos sobre a tal “renda Extra” e fiquei com a opinião similar a do último comentário. Que pra ganhar o Strike vc se expõe ao risco de toda a queda abaixo dele.

    Como funcionou a estratégia pra ti durante os dias da crise no pós carnaval?

    Não devolveu os ganhos de muuuito tempo?

    Valeu

    1. Uma dica para evitar é: venda a put no valor que você aceita comprar a ação. Compre uma put no strike no qual vc entende que se tivesse a ação você venderia a mercado. Isso vai te proteger. Muitas pessoas operam dessa forma.

  8. Antônio, vc ja ouviu falar da estratégia chamada the wheel? consiste em todo mes trocar de posicao entre vendido em put com cash e vendido em call com ação. nesse caso o risco seria o mesmo mas o prêmio maior.

    1. Já ouvi com o nome de um curso “Enriquecer faz bem a saúde”. Lá recomendam a venda recorrente de Put e Call. Conhece?
      Nesta mesma estratégia recomendam a rolagem sempre que houver alcance do strike para não ser exercido.

  9. Otimo Post.
    O que vc olha nos graficos pra fazer a venda coberta? Suportes e resistencias? Eu tenho WEGE3 em carteira com o Preço medio em 15,00. Gostaria de fazer venda coberta para rentabilizar a carteira. Mas ainda nao estou seguro.

      1. Obrigado. Gostei bastante da analise e do seu operacional. O Simples que funciona. parabéns!!

    1. Silvio. Boa noite.
      Eu tambem venho fazendo venda coberta com PETR4, que por sinal tambem está com Preço Medio baixo, em torno dos R$ 16,00, mas para eu não entregar tanto imposto caso seja exercido, vou passar a vender até R$ 20.000,00 em PETR4 e no dia seguinte recomprar a mesma quantidade, pois dessa forma eu consigo subir meu preço médio sem perder o lucro já alcançado, para que no caso de exercicio da Call o Imposto de Renda seja mais baixo possivel. Pretendo vender e comprar até o meu PM ficar bem proximo do preço spot do ativo, mas voce só deve fazer uma venda destas por mes.

  10. “Então eu lanço apenas quando o mercado permite.” Você disse. Aí eu te pergunto: e sob quais circunstâncias você considera que “o mercado está permitindo”? Obrigado desde já e parabéns pelo ótimo trabalho! Abraço!

  11. Peter, você disse que, no exemplo, se fosse exercido teria tido um lucro de R$370. Não seria um lucro de R$3.570, tendo em vista que comprou as ações ao preço de R$35,46 e as vendeu ao preço de R$39,03?

  12. Peter, então seria uma boa estratégia começar a montar a carteira vendendo put? Por ex, tenho o dinheiro de comprar as ações, mas quero pagar mais barato, então vendo e espero chegar no meu preço pra comprar caso seja exercido

  13. Olá, gostei do post. TB já fiz venda coberta algumas vezes, mas sempre da ruim quando o strike começa a ficar bem mais baixo que meu PM. Fico com medo de vender…
    Gostaria de saber qual corretora vcs usam? Como faço venda de Put?

    1. Eu uso a Rico e assino o Profit Pro, então consigo fazer tudo pela plataforma.
      Quando eu ainda não usava o Profit, precisava ligar na mesa para fazer venda coberta de put, para venda coberta de call eu conseguia fazer pelo homebroker.

  14. Não vi nos calculos ser considerado o valor pago de imposto de venda de call ou put. No meu caso é desencorajador para valores tao pequenos ficar fazendo DARF.

    1. Uma coisa que aprendi com a minha mãe: é de grão em grão que a galinha enche o papo. Sem contar que se errar é melhor errar com pouco do que quando tiver o que você considerar muito. Além de ter mais tempo para ir aprendendo de forma prática. Não estou encorajando a fazer venda coberta. Só acho que o argumento não me faria desistir. Pense nisso!

  15. Discordo do posicionamento, façamos a conta básica. Se nos 260 meses eu mantive o papel (recomprando e não sendo exercido) e vendi em média o papel com ganho de 1,5% que ele cita (mas muitas opções tem prêmio maior que isso) eu teria conseguido 390% de ganho sem grandes problemas.

  16. Fala Peter, blz? Cara, estou com dificuldade de entender os custos exatos das opções minhas da XP. Como tem várias operações juntos, o meu assessor fala um custo, mas não bate. Quanto é o custo padrao de operar opçoes na XP? Vale a pena fazer pequeno para 100 açöes ou os custos impossibilitam? Obg

Deixe uma resposta